Ir para o conteúdo

Prefeitura de Jaboticabal - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Jaboticabal - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
05
05 ABR 2022
EDUCAÇÃO, CULTURA, ESPORTE E LAZER
Escola de Artes de Jaboticabal apresenta plano de descentralização focado nas EMEBs do município e deve chegar aos bairros em breve
enviar para um amigo
receba notícias
Você já imaginou a Escola de Artes além dos seus muros e atual espaço físico? Essa é a proposta apresentada na última sexta-feira (01/04) pela administração municipal. O plano é que a Escola de Artes Prof. Francisco Berlingieri Marino saia da sua limitação no centro de Jaboticabal e chegue até a comunidade e bairros mais afastados por meio das 11 EMEBs – Escolas Municipais de Ensino Básico da cidade e pela ONG Fênix e CEVER.

“Essa foi uma proposta de campanha e que tenho cobrado muito da nossa Escola de Arte para efetivá-la o mais rápido possível. Após garantirmos, pela primeira vez na história, gratuidade a 100% dos alunos, agora nosso desejo é expandir o projeto por toda Jaboticabal”, comentou o prefeito, Prof. Emerson Camargo. “Hoje apresentamos a proposta técnica e a diretora de cultura, Thaís Creolézio, abordou o contrato de programa, que será realizado por meio do CIC - Consórcio Intermunicipal Culturando. O projeto se trata de uma expansão de vários cursos já oferecidos internamente na Escola de Arte por toda a cidade, tornando o ensino de fato acessível à população”, comentou o diretor da escola, Lucas Bahia.

De acordo com o diretor, os polos mais distantes, como nos casos dos distritos de Córrego Rico e Lusitânia, por exemplo, receberão uma atenção especial. “Sem dúvida teremos um olhar diferenciado para os nossos distritos e bairros mais afastados, com diversidade de cursos e oportunizando nossas crianças e toda a comunidade a aprender instrumentos como violão, viola caipira, canto coral, fanfarra, além de cursos voltados a profissionalização e aperfeiçoamento das artesãs, como bordado e pintura em tecido. O projeto terá um alcance de 1.050 vagas, distribuídas entre todos os cursos oferecidos”, concluiu Lucas Bahia.

Na próxima quinta-feira, 7 de abril, às 14h, uma nova reunião dará sequência ao plano de descentralização.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia