Ir para o conteúdo

Prefeitura de Jaboticabal - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Jaboticabal - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
13
13 MAR 2023
ASSISTÊNCIA SOCIAL
DESENVOLVIMENTO SOCIAL
MULHER: Reuniões no CRAS II abordaram feminicídio e representatividade
enviar para um amigo
receba notícias
Dentro dos trabalhos da Semana da Mulher, o CRAS II realizou na manhã da quarta-feira (8 ) uma reunião exclusiva para as mulheres atendidas pelo grupo de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). No período da tarde, foi realizado o grupo de adultos do SCFV.

Os encontros tiveram como tema a importância e representatividade do 8 de Março na luta de direitos e conquistas das mulheres ao longo dos anos, como explica o coordenador do CRAS II, Ovídio Braga. "Retomamos a história e o movimento feminista que deu origem a essa data em 1917, quando mulheres operárias foram as ruas para reivindicar melhores condições de trabalho – data que só seria reconhecida pela ONU como Dia Internacional pelos Direitos das Mulheres 70 anos depois, em 1977."

Ovídio e os outros mediadores do encontro Henrique dos Santos (psicólogo) e Raiane Moreira (orientadora social) reforçaram às participantes que a data, para além das comemorações, é um dia de luta, coletividade e sororidade. "É tempo de lembrar da importância do coletivo e da união das mulheres para pensar políticas públicas de enfrentamento às violências e ao machismo estrutural, bem como da partilha de vivências e auxílio mútuo que os grupos podem produzir", disse Raiane.

"Refletimos a Lei do Feminicídio (13.104/2015) e a Lei Maria da Penha, lembramos que viver sem violência é um direito de todas as mulheres e que respeito e igualdade é o mínimo que deve ser exigido e recebido em relações afetivas, sociais e de trabalho", comentou a orientadora social do CRAS II.

A Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos e da Cidadania apontou o Estado de São Paulo no topo do ranking de denúncias e violações com mulheres como vítimas entre Janeiro e Fevereiro deste ano. "Por isso esse debate se faz crucial para suscitar e incentivar movimentos de conscientização, politização, fortalecimento, empoderamento, autoestima e coletividade importantes para a construção de uma sociedade mais justa, igual, equânime e menos violenta com nossas mulheres", concluiu o psicólogo Henrique dos Santos.
 

Renda Cidadã

Na quinta-feira (9), o CRAS II teve a reunião com o grupo da PAIF do programa Renda Cidadã. "O tema da luta pelos direitos da mulher foi tratado com as participantes permitindo reflexão, troca de experiências, além de fortalecer sentimentos de pertencimento, autoestima, empoderamento e coletividade", afirma Ovídio.

Sob a mediação da técnica Juliane, cada participante montou seu Kit e houve distribuição de brindes.

Mulheres atendidas no CRAS II apresentam frase "lugar de mulher é onde ela quiser"

#CRAS #PAIF #SCFV #RendaCidadã #AssistênciaSocial #Jaboticabal #JaboticabalSP #PrefeituraDeJaboticabal
Fonte: CRAS II
Autor: Departamento de Comunicação Social
Seta
Versão do Sistema: 3.3.1 - 08/03/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia