Jaboticabal terá feira de adoção no sábado (18)

14/03/2017 - 14:28h

Interessados devem apresentar RG e comprovante de residência; Prefeitura e APA
se unem em prol dos animais

A Secretaria de Saúde segue incentivando a posse responsável em Jaboticabal. O Departamento de Proteção Animal promove, no sábado (18), a primeira Feira de Adoção de 2017. Cães e gatos serão entregues vermifugados, com a primeira dose da vacina e a castração agendadas. O evento reúne as famílias na Praça Dom Assis (Mercado Municipal), das 09h às 13h.

Os animais são saudáveis, fêmeas e machos, todos dóceis e ideais para famílias com crianças. Cerca de 20 animais do Canil Municipal ou que estão em lares temporários estarão à disposição. “Adotar é um ato de amor. A posse responsável é um caminho para reduzir os maus tratos e o número de animais abandonados nas ruas. Cada família se tornará guardiã do seu novo amigo, sendo responsável por seu desenvolvimento e saúde nos próximos anos”, reforça o prefeito José Carlos Hori.

A feira terá cães e gatos adultos e filhotes – a partir de dois meses. O Departamento de Vetores e Zoonoses cadastrará as famílias interessadas em castrar outros animais de estimação, basta apenas apresentar RG e comprovante de residência. “Também teremos plaquinhas de identificação, com o nome e telefone dos responsáveis pelos animais, a baixo custo – apenas R$ 5. É importante os pets já saírem com a identificação, evitando acidentes e perdas”, explica a diretora do Departamento, Valéria Barbieri.

Mais famílias - A Prefeitura de Jaboticabal já intermediou a adoção de 11 cães no mês passado. O Departamento de Proteção Animal mantém filhotes e adultos no Canil Municipal ou intermedia a adoção entre as famílias. “Quem busca um novo amigo pode procurar o Canil em qualquer época do ano. Nossa equipe está à disposição para explicar cada passo da posse responsável”, finaliza Barbieri.

Abandono é crime - Abandonar ou maltratar animais domésticos, como cães e gatos, é crime previsto na Lei Federal nº 9605/98. O artigo 32 prevê detenção, de três meses a um ano, mais multa para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.